Papo Serio…

by

Pessoal… se alguem entra nesse blog… e nao me conhece (obrigado… gostaria que todos entrassem… ), saiba que eu sou Ateu…

e vou mandar um video fantastico sobre Ateismo… no Brasil…

 

la vai…

 

Anúncios

4 Respostas to “Papo Serio…”

  1. Walquiria Says:

    Impressão minha….ou de certa forma…vcs se fazem de vítimas, quando dizem que são as maiores vitimas de preconceito no nosso país???

    Logo vcs…que se dizem tão autosuficientes…mentes abertas….

    O preconceito está na cabeça daquele que se sente vitimado por ele…

    Contraditório então….não acha???

    A própria Constituição Federal, que é a Lei maior do nosso país, estabelece a igualdade e o respeito ás pessoas independente de qualquer coisa….

    Portanto…concordo que somos iguais…e…se tem alguém que se acha diferente….não somos nós…teistas….e sim vcs….ATEUS…

    Acho melhor mudar o discurso hein….

    Esse num convence….

    Abraços

  2. Rafael Says:

    Minha cara ” Valquíria ” sim, é uma impressão errônea sua.

    O ateísmo no Brasil é vítima de um preconceito absurdo por parte de pessoas ignorantes, em sua maioria teístas, que acham que ser ateu é ser o oposto de cristão.
    Somos iguais, minha cara, ateístas não procuram vangloriar-se perante seus sofrimentos, o que seria perfeitamente justo, mas pelo contrário, eles deixam de lado represálias infantis e desnecessárias para mostrar que, antes de ateístas, somos pessoas. E as pessoas são definidas por sua personalidade e não por sua religião.
    O fato de existir uma lei na constituição que prorroga a igualidade dos povos não significa que ela seja posta em prática, minha querida. Sua escola, por exemplo, é predominante cristã, não é? A minha e a de milhões de brasileiros o foi, minha cara, criados numa sociedade que infere nas pessoas o repugno pelo que é diferente, não só pelo ateísmo. E você me fala que os ateus não são discriminados por que há uma lei qualquer? =p
    Eu não sou um ateísta mas convivo com pessoas incríveis como o senhor Moacir, responsável pelo blog, que são ateístas e não são diferentes de qualquer outra ( a não ser pelas perninhas roliças… ), e que sao vítimas de preconceito diário, sem é claro deixar-se abater ou sair questionando as razões de se viver e pedindo aos deuses uma ajuda financeira. ^^

    Resumindo, se você, minha cara, prefere se abster de uma visão plena da sociedade, sinta-se à vontade. Mas dizer que não existe preconceito contra o ateísmo no Brasil e ainda dizer que por dnotar isto a população atéia está lamuriando-se só pode ser uma piada, senhorita.

    Despeço-me reiterando que antes de teístas ou ateístas, somos pessoas, nada além disto.

    Atenciosamente,
    Doppler.

  3. Walquiria Says:

    Prezado Sr Rafael…

    Reitero aqui minha posição de que, de fato, não há diferenças entre teísas e ateístas por serem todos, seres humanos.

    No entanto, discordo em alguns pontos do seu “discurso”….

    Acreditar que os ateístas são vítimas de preconceito e externar esse pensamento, na minha opinião, é demonstrar uma fraqueza!!!!

    Por tratar-se de pessoas que se consideram á frente do resto da população por terem uma “visão mais nítida” do mundo, admitir o preconceito, é admitir que suas mentes não são tão abertas como dizem…

    Nunca presenciei uma situação de preconceito a pessoas adeptas á filosofia Ateísta. Já li diversos livros sobre o tema, já fiz um curso de teologia para quebrar alguns mitos, já presenciei debates ferenhos em diversos fóruns e acima de tudo, convivo com um ateu (Sr. Moacir). Namorei com um ateu. E jamais escondi de quem quer que fosse que seu pensamento era diferente do meu…e de todos que me cercavam.

    Por muitas vezes, o vi expressando seu pensamento diante de diversas pessoas com personalidades diferentes, crenças diferentes e fé com intensidades diferentes, porém jamais, o vi sendo discriminado ou repreendido.

    As pessoas podem discordar e até se indignar, mas fazer de um ateu, vítima de um preconceito, eu acredito que trata-se de exagero, afinal, o dicionário michaelis define a palavra preconceito (com ênfase ao preconceito religioso, que é o caso) como intolerância manifesta contra indivíduos ou grupos que seguem outras religiões.

    Nunca vi o Sr Moacir, ou qualquer outro ateu sofrer intolerância por parte de alguém.

    Sim…minha formação é cristã!!! E nem por isso, defendo a posição de que ser teísta é melhor que ser ateísta..e acredito que, se os ateístas querem mesmo ocupar um espaço de notoriedade, deveriam ter menos agressividade quando se tratar de pessoas que acreditem em algo diverso deles, afinal, nosso país já foi um Estado Cristão e, apesar de hoje ser um Estado Laico, ainda conserva pensamentos de extremidades teístas, que devem ser respeitados da mesma forma que os ateístas.

    O primeiro mito que deveria ser quebrado pelos ateus é de que nem todo teísta é igual…. e que generalizar costuma ser um típico comportamento de pessoas pequenas…

    Pensar que todos os teístas ficam sentados rezando para que algo aconteça em suas vidas, ou culpando alguma divindade pelas coisas ruins que lhes acontecem expressa claramente que não conhecem a essência da filosofia cristã…

    Preconceito, é crime!!!

    Não é uma lei qualquer que diz isso…é a nossa Constituição!!! E se, por algum motivo acharem que ela não está sendo seguida, a melhor forma de sanar o problema é buscar um meio legal de fazer isso…

    Além de ser crime, dada a sua gravidade, o crime de preconceito é inafiançavel!!!!

    Não adianta…considerar ser vitima de preconceito…e nada fazer…

    Admiro a iniciativa deles em se unirem e se organizarem para ocupar o espaço que lhes é de direito….mas continuo apoiando a idéia de que o discurso deve ser outro…

    Sem Mais…
    Walquiria

  4. Rafael Says:

    Senhorita Valquíria,

    Suas observações não deixam de ser pertinentes, claro, convivi e convivo com diversos teístas, não posso lhe dizer que não há preconceito dos ateístas para com os teístas, seria uma hipocrisia sem tamanho, mas…
    Veja bem, conheci o senhor Moacir, seu ex-namorado, em uma sala de bate-papo, discutimos desde então diversos assuntos ligados à religião e filosofia como um todo. E é justamente neste ambiente, senhorita, que a intolerância preconceituosa de alguns teístas – Frise ” alguns ” retornarei a isto no fim – se mostra ofensiva mas nem por isto contundente.
    É claro que existem ateístas que saem por aí gritando à plenos pulmões que os teístas são tolos, ignorantes e toda a balela de praxe. Como disse acima e reitero aqui, as pessoas são definidas por sua personalidade e não por sua opção religiosa/ideológica, o preconceito existe em todas as classes e áreas da sociedade e o ateísmo sofre, sim, bastante preconceito assim como diversas outras ideologias.
    Deixemos de lado o ambiente em que conheci o senhor pernas roliças. Há algum tempo, numa roda de discussões, debatia calmamente sobre as alterações econômicas ocorridas no governo de Luís Inácio, durante a conversa houve a pergunta e respondi que era descrente. A partir deste ponto minhas opiniões e sugestões ( que não diferiam em absolutamente nada das que tinha anteriormente ) passaram a ser vigorosamente rejeitadas e de forma deveras indelicada fui convidado a me retirar do local. ^^
    Se a senhorita perguntar ao senhor Moacir, verá que o mesmo já sofreu algo parecido relacionado a uma entrevista de emprego. Não me entenda mal, não estou reclamando ou tentando me fazer de vítima, pelo contrário. Só quero lhe mostrar que existe preconceito para com o ateísmo assim como para com o teísmo.

    “Não adianta…considerar ser vitima de preconceito…e nada fazer…”

    Externar este pensamento é, meramente, uma forma de tentar mudar a situação, senhorita. Se você olhar bem, verá que há intolerância até mesmo para com você, uma teísta. E é aqui que entra o que citei anteriormente, apenas algumas pessoas agem assim, por quê?

    Um ateísta pode ser preconceituoso e repugnante, um teísta também o pode, por que não? A denominação ” Ateísta ” define que alguém descrê em divindades, ponto. Se ele é ou não um, com o perdão da palavra, ” Babaca ” não é sua filosofia que irá isto definir. A comunidade atéia, da qual possuo certa participação, não é adepta deste conceito, senhorita, na realidade a maioria dos ateístas que conheço são tolerantes ao extremo mesmo com os teístas mais fervorosos e ” Cabeçudos “.
    Não pretendia fazer um discurso, desculpe por me prolongar tanto. ^^ Veja bem, se a senhorita prestar atenção à sua volta verá que as pessoas possuem sim preconceito, seja ele racial, religioso ou cultural em maior ou menor grau, é natural dos humanos recear pelo que é diferente ou desconhecido.

    Você possui argumentos pertinentes e concisos, algo interessante, só é um pouco ingênua quanto as leis constitucionais. Peço-lhe apenas que observe com um pouco mais de atenção as reações das pessoas ao que é ligeiro ou totalmente diferente ao normalmente chamado de ” Habitual “.

    Itero novamente, externar uma situação de preconceito não é fazer-se de vítima, é simplesmente tentar conscientizar outros de um erro cometido por muitos para que isto não ocorra novamente.

    Atenciosamente,
    Doppler.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: